O que é transtorno obsessivo compulsivo?

As obsessões são pensamentos, imagens ou impulsos repetitivos e persistentes. Acontecem involuntariamente e são indesejadas.

As compulsões são atos (físicos ou mentais) que o indivíduo se sente forçado a fazer, com a finalidade de neutralizar a obsessão.

Exs.:

– pensamento de contaminação levando a rituais de lavagem.

– dúvida patológica levando a conferência repetidas vezes de fechaduras de portas, janelas, gás, etc.

Em alguns casos, não há conexão entre o evento temido e a compulsão, como por exemplo, não pisar em linhas para evitar danos a uma pessoa amada.

Esses sintomas tomam tempo (mais de uma hora por dia, pelo menos). O critério do tempo é essencial para distinguir o TOC de comportamentos comuns na população (ex.: verificar duas vezes se a porta está trancada).

Quando o TOC não é tratado, seu curso é crônico, frequentemente com os sintomas tendo aumentos e diminuições de intensidade.

Quando tratados cerca de 60% dos pacientes apresentam alívio satisfatório dos sintomas.

A associação de medidas farmacológicas e não farmacológicas (psicoterapia) apresenta melhores resultados no tratamento.

Esse post não tem a intenção de fornecer conhecimento suficiente para o auto diagnóstico, mas sim levantar a suspeita e informar sobre um transtorno tão complexo e cheio de nuances. O diagnóstico deve ser feito, exclusivamente, por um especialista.

Dra. Nicole Mazzeto, psiquiatra

(17)99280-3142

Av. Bady Bassitt, 5285, São José do Rio Preto

IPECS

https://ipecs.com.br

Voltado para o ensino, pesquisa e assistência nas áreas de psicologia e educação, o IPECS – Instituto de Psicologia, Educação, Comportamento e Saúde, destaca-se no ensino da Neuropsicologia Clínica, da Psicologia Clínica com enfoque na abordagem cognitivo-comportamental e na psicologia da saúde. Nossos profissionais são altamente qualificados (livre-docentes, mestres e doutores), considerados referências nacionais em seus campos de pesquisa.

Deixe uma resposta